UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa
XXIX Semana Acadêmica de Estudos em Biologia

SAEB Evento

O evento

Neste ano trazemos para a Semana Acadêmica de Estudos em Biologia, em sua XXIX edição, o tema “Biólogo e a preservação da vida” – muito pertinente com o papel primordial do biólogo na atual conjuntura, onde o ser humano está exaurindo os recursos naturais do planeta e colocando em risco a vida de todos os seres vivos.

A proposta desta edição é abordar áreas onde irão atuar fortemente temas que visam esforços para preservação em defesa da vida num amplo contexto, objetivando aos participantes a discussão e atualização em Biologia e áreas correlatas, lembrando sempre que conhecer é o primeiro passo para a preservação. Todas estas questões são importantes para a formação do profissional/pesquisador/professor biólogo, como complemento aos conteúdos trazidos nas grades curriculares dos cursos. Dessa forma, esperamos que a XXIX SAEB amplie o conhecimento e promova uma reflexão crítica sobre diversos assuntos do “estudo da vida”.

A XXIX SAEB irá ocorrer nos dias 02 de outubro a 06 de outubro de 2017, e tem em sua programação: fórum integrado com outros cursos da área biológica, palestras, mesas redondas, minicursos, oficinas, vivencias e atividades culturais, para uma saudável e prazerosa integração entre estudantes, professores e profissionais.

Venha participar deste evento anual que já é um patrimônio importante das Biologias da Universidade Estadual de Ponta Grossa!!

Em nome de toda equipe organizadora: “Sejam todos bem-vindos”!!!!

 

O logo: com o tema “Biólogo e a preservação da vida”, o logo vencedor do concurso da XXIX SAEB foi o da aluna FERNANDA TOCZEK do 3º ano do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas Vespertino. A arte mostra de forma expressiva a vida nos Campos Gerais do Paraná, lembrando que a necessidade da preservação está também no ambiente que vivemos o cotidiano. O logo ainda traz três elementos que estão na lista vermelha de espécies ameaçadas de extinção: a araucária (Araucaria angustifolia), o lobo-guará (Chrysocyon brachyurus ) e a suçuarana (Puma concolor), a autora teve como base os animais e a paisagem da região dos Campos Gerais do Paraná, assim alertando  o papel relevante do biólogo em defesa das poucas áreas da região que emergem como os últimos repositórios da diversidade original, e que vem sofrendo fortes pressões em benefício de uma pequena parcela da sociedade que negligencia as riquezas naturais e culturais de toda uma sociedade em nome de seus próprios interesses econômicos.

Login

Você pode realizar o login a partir do seu usuário da internet!